fbpx

O princípio básico de uma cama montessoriana é ser rente ao chão, para que a criança tenha autonomia para entrar e sair da cama com segurança, sem risco de cair. Vejamos o que a Geobiologia e o Feng Shui tem a dizer a respeito desse tipo de cama.

imagem: graodegente.com.br

Campos Eletromagnéticos e Alterações Telúricas

O fato de estar apoiada no chão pode fazer com que a cama fique mais próxima a eventuais campos eletromagnéticos artificiais, caso haja fiação elétrica embutida na laje do piso (que muitas vezes é o teto do apartamento de baixo). Para evitar que esses possíveis campos atinjam a criança, o ideal é usar, no lugar do colchão, um futon com enchimento 100% algodão. E nesse caso, fique atento, pois muitos modelos alegam ser de algodão, mas na verdade são recheados por espuma e acrilon.

Não sendo possível usar o futon de algodão, acrescente sob o colchão de espuma uma camada de 1cm de manta de feltro de lã (novamente, não pode ser lã sintética) ou 2cm de cortiça natural.
Não use colchões de mola, que acumulam e dinamizam a eletricidade presente no ambiente, e esta acaba sendo descarregada na criança.

Tanto o futon quanto as mantas devem ser expostos ao sol regularmente, para dissiparem as cargas elétricas absorvidas.

Essas recomendações também servem para neutralizar o efeito de eventuais perturbações da energia telúrica, prejudiciais à saúde. Então, vale a pena utilizá-las ainda que não haja fiação elétrica no piso.

Camas de dossel e o fluxo do qi (energia vital)

Ainda que a recomendação original da cama montessoriana somente inclua a questão da altura, popularizou-se no mercado a venda desse tipo de cama com uma estrutura de madeira criando um dossel em formato de casinha. Ela é tão popular que quase virou padrão, e quando se fala em cama montessoriana, automaticamente pensamos na cama-casinha.

Mas essa estrutura de dossel cria uma perturbação no fluxo do qi (energia vital) na região logo acima da cama, à semelhança do que acontece com prateleiras e estantes suspensas. Ainda que a alteração gerada pelo dossel não seja tão severa, o ideal é que a área acima da cama seja totalmente vazia. Assim teremos um fluxo livre da energia, favorecendo o bom sono e a saúde.

Cordão de lâmpadas, não!

Vemos também, com muita frequência, como elemento decorativo nessas mini-camas de dossel, o cordão de lâmpadas. Como você já deve ter imaginado, se estamos evitando o campo eletromagnético gerado por fiações embutidas, que dirá os campos gerados por fiações aparentes.

você sabia que uma lâmpada apagada gera um campo eletromagnético maior do que uma lâmpada acesa? Isso porque, quando acesa, a eletricidade está sendo convertida em luz e calor. Quando apagada, a eletricidade fica ali concentrada, gerando o campo.
Então, nada de enfeites eletrificados próximos à cama!

Cama encostada na parede

Sabemos que os espaços andam cada vez menores, e nos deixam com pouca opção para distribuição do mobiliário nos quartos. Se possível, as camas devem ficar apenas com a cabeceira encostada na parede. As laterais e o pé devem ficar livres.

No caso das camas montessorianas para crianças pequenas, os lados livres da cama devem receber uma grade vazada. Ela evita que a criança role para o chão, mas por ser vazada não impede a visão do ambiente ao redor, e nem bloqueia totalmente o fluxo do qi.

Gostou da análise? Tem mais alguma dúvida? Deixa seus comentários aqui!

Imagem: graodegente.com.br

0


O conteúdo deste site é protegido pela Lei de Direitos Autorais (9.610/98) e pela lei do carma. Deseja reproduzir ou citar? Entre em contato!

Deixe um comentário

Usar conta do...



Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Rolar para cima